1. As fintas do Ronaldo das Finanças no Eurogrupo  Jornal de Negócios - Portugal
  2. Brexit, Itália e... tweets de Trump. Três "riscos desnecessários" para Centeno  TSF Online
  3. "Portugal deixou de ser tema de discussão no Eurogrupo"  TSF Online
  4. Ver cobertura completa no Google Notícias

Um ano depois, o balanço do mandato de Centeno não é tão favorável na Europa como em Portugal. A Grécia fez a “saída limpa”, mas um vídeo polémico estragou a imagem. A reforma da Zona Euro avançou, mas ficou aquém dos objetivos. O confronto orçamental com a Itália resolveu-se, mas a fratura mantém-se. Certo é que a sua reputação internacional subiu ao ser escolhido o melhor ministro das Finanças da Europa.

Mário Centeno faz balanço de um ano como presidente do Eurogrupo em entrevista à TSF e ao Dinheiro Vivo.

O Plano Nacional de Investimentos 2030, que o Governo fará chegar esta sexta-feira ao Parlamento, prevê um total de 72 projetos e um pacote financeiro de 21.950 milhões de euros. O setor privado e os fundos europeus suportarão 60%.

Este ano, a declaração modelo 10 tem um prazo alargado de entrega, até 10 de Fevereiro. Tem de ser preenchida por quem tem empregados domésticos e não manda a informação mensal para o Fisco, como fazem as empresas.