1. Os "sins" e os "nãos" da regionalização  Diário de Notícias
  2. Marcelo lembra que intervém em "dois momentos" sobre regionalização  Notícias ao Minuto
  3. Regionalização será um tema importante de debate nos próximos anos  RTP
  4. Agora ou nunca  Jornal de Notícias
  5. Endemia, PRR e eleições: A "tripla coincidência" apontada por Marcelo para debater com "premência" a regionalização  Observador
  6. Ver cobertura completa no Google Notícias
Aregionalização regressa à agenda de cada vez que há eleições. E no dia 30 os portugueses voltam às urnas. Os partidos recolocam nos seus programas este tema, mas ao longo das legislaturas, tipicamente, o mesmo vai perdendo gás, energia, rasgo.Aregionalização regressa à agenda de cada vez que há eleições. E no dia 30 os portugueses voltam às urnas. Os partidos recolocam nos seus programas este tema, mas ao longo das legislaturas, tipicamente, o mesmo vai perdendo gás, energia, rasgo.

Os ″sins″ e os ″nãos″ da regionalização

static.globalnoticias.pt

O Presidente da República considera que a regionalização é um tema que deve ser discutido com "premência" devido a conjugação de fatores favorável: "Próximos anos serão particularmente importantes". O Presidente da República considera que a regionalização é um tema que deve ser discutido com "premência" devido a conjugação de fatores favorável: "Próximos anos serão particularmente importantes".

Endemia, PRR e eleições: A “tripla coincidência” apontada por Marcelo para debater com “premência” a regionalização – Observador

Endemia, PRR e eleições: A “tripla coincidência” apontada por Marcelo para debater com “premência” a regionalização – Observador

www.rtp.pt

Políticos e especialistas debateram a regionalização numa conferência organizada pela TSF, JN e DN. Marcelo Rebelo de Sousa participou no evento.Políticos e especialistas debateram a regionalização numa conferência organizada pela TSF, JN e DN. Marcelo Rebelo de Sousa participou no evento.

Regionalização: PS diz ter ″compromissos claros″, PSD defende ″consenso político″ e calendário

Numa democracia representativa, os deputados representam o povo. Os partidos apresentam os seus programas aos eleitores, estes fazem as suas escolhas, e os políticos, se conseguirem um mandato suficientemente forte, cumprem aquilo com que se comprometeram. Acresce que, numa democracia consolidada, independentemente da força de cada partido e do que os possa dividir, os grupos parlamentares não só não têm medo do compromisso, como o procuram, se essa for a melhor forma de fazer cumprir o contrato que assinaram.Numa democracia representativa, os deputados representam o povo. Os partidos apresentam os seus programas aos eleitores, estes fazem as suas escolhas, e os políticos, se conseguirem um mandato suficientemente forte, cumprem aquilo com que se comprometeram. Acresce que, numa democracia consolidada, independentemente da força de cada partido e do que os possa dividir, os grupos parlamentares não só não têm medo do compromisso, como o procuram, se essa for a melhor forma de fazer cumprir o contrato que assinaram.

Agora ou nunca

PSD apoia um diálogo para "consensualizar essa ideia da regionalização", com base num calendário "não muito demorado". Mas há poucos consensos entre partidos

Regionalização: Partidos divergem sobre data de referendo e mapa de regiões a instituir - Expresso

O Presidente da República lembrou hoje que há "dois momentos de intervenção presidencial" em matéria de regionalização, cabendo-lhe decidir sobre a promulgação de eventuais propostas de alteração à legislação em vigor ou de referendo. 

Marcelo lembra que intervém em "dois momentos" sobre regionalização

Presidente da República apela à comunicação social para manter vivo o debate em torno deste processoPresidente da República apela à comunicação social para manter vivo o debate em torno deste processo

Políticos têm de tornar “claro” o “polémico” tema da regionalização, pede Marcelo - CNN Portugal